Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Paraguai. Assembleia do clero analisa conjuntura política do país
21/07/2021 09:51 em Novidades

Quatro dias dedicados à reflexão sobre a realidade e os desafios dos sacerdotes, especialmente no contexto da pandemia, bem como o impulso à ação evangelizadora. A questão da hidroelétrica binacional de Itaipu (Brasil-Paraguai) e a revisão do Anexo C do Tratado encontram-se também no centro das discussões dada sua importância para o desenvolvimento econômico e social da nação. Iniciada na segunda-feira, dia 19, a Assembleia do clero paraguaio prosseguirá até esta quinta-feira, 22 de julho 

Vatican News 

A Assembleia do clero paraguaio, tradicional encontro de sacerdotes de todo o país, realiza-se mais uma vez modo virtual, de segunda, dia 19, até quinta-feira, 22 de julho, com uma série de temas que estão relacionados não somente à realidade da Igreja, mas também à situação nacional, especialmente no contexto da pandemia. 

Impacto socioeconômico da pandemia 

Os trabalhos se iniciaram com uma conferência do analista, especialista em comunicação estratégica e comunicação política, Pascual Rubiani, leigo, dedicada à "Análise da conjuntura e reflexão sobre a situação política no país". 

Em seguida, o economista Hugo Roig falou sobre a "Situação econômica e seu impacto no social no contexto da pandemia". Ambos os temas foram discutidos em grupos de trabalho onde a perspectiva dos presbíteros pode ser ampliada para uma realidade regional e nacional. 

Itaipu na perspectiva do bem comum 

Na terça-feira, a questão da hidroelétrica binacional de Itaipu (Brasil-Paraguai) e a revisão do Anexo C do tratado estiveram no centro das discussões dada sua importância para o desenvolvimento econômico e social da nação. O engenheiro Gerardo Blanco, leigo, acadêmico, pesquisador em questões energéticas da Faculdade Politécnica UNA, conselheiro de Itaipu e um dos colaboradores para a redação da carta pastoral dos bispos do Paraguai, dissertou sobre "Informação, análise e reflexão sobre a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu". 

“A referida carta pastoral apresentada pela Conferência Episcopal Paraguaia (CEP) no início deste ano foi em seguida analisada à luz da Doutrina Social da Igreja, em vários trabalhos de grupo e na perspectiva de 'Itaipu, uma oportunidade de diálogo e concertação social para o bem comum'.” 

Por sua vez, a secretaria executiva da Pastoral Social Nacional da CEP, cujo trabalho foi também coordenar as reuniões de análise entre os bispos e especialistas em energia para a elaboração da referida carta pastoral, apresentou uma "síntese da situação social, política e econômica do país". 

Formação permanente e conscientização vocacional 

LEIA TAMBÉM 

Episcopado paraguaio se solidariza com a Igreja e o povo cubano 

Nesta quarta-feira, dia 21, os participantes abordam temas clericais tais como: "Formação permanente a partir de uma consciência madura de nossa vocação e missão" e "Formação inicial e permanente: visão integral e dimensões". Enquanto o último dia da assembleia será dedicado aos desafios da missão evangelizadora: 

"Constante desafio do crescimento interior diante dos desafios evangelizadores: formação permanente e caridade pastoral" e "Formação permanente encarnada na realidade presbiteral: protagonistas, instrumentos, processos e riscos". 

Conferência dos Religiosos e Religiosas do Paraguai 

A Assembleia do clero paraguaio foi precedida, na semana passada, pela Conferência dos Religiosos e Religiosas do Paraguai (CONFEREPAR), que realizou seu encontro nacional sob o lema "Processo de escuta da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe", no qual também foram discutidos temas como "Perspectivas da conjuntura sanitária nacional (sanitária, econômica, política e eclesial) e a carta pastoral dos bispos do Paraguai sobre o Anexo C do Tratado de Itaipu". 

Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2021-07/paraguai-assembleia-clero-conjuntura-politica-pais-episcopado.html 

COMENTÁRIOS